Disforia de Género nas Crianças – Protocolo de afirmação transgénero: qual é a base de evidências?

Nas últimas duas décadas, a Hayes, Inc. cresceu e tornou-se numa empresa de consultoria e investigação internacionalmente reconhecida, que avalia uma vasta gama de tecnologias médicas para determinar o impacto na segurança do doente, resultados em saúde e utilização de recursos.

Esta corporação conduziu uma revisão e avaliação abrangente da literatura científica sobre o tratamento da DG em adultos e crianças em 2014. Concluiu que, embora “a evidência sugira benefícios positivos” no uso da cirurgia de reatribuição sexual em adultos com DG, “limitações sérias [inerente à investigação] permitem apenas conclusões fracas” [41].

Da mesma forma, a Hayes, Inc. descobriu que o uso de hormonas de sexo cruzado em adultos com DG se baseia em evidências de qualidade “muito baixa ”:

Melhorias estatisticamente significativas não foram demonstradas de forma consistente por vários estudos para a maioria dos resultados. As evidências acerca da qualidade de vida e função em adultos transgéneros HM foram muito escassas. As evidências para parâmetros menos abrangentes de bem-estar em adultos que receberam terapia hormonal de sexo cruzado foram directamente aplicadas aos doentes com DG, mas eram escassas e/ou contraditórias.

Os desenhos dos estudos não permitem conclusões de causalidade e os estudos geralmente apresentaram também fragilidades associadas à execução do estudo. Existem potenciais riscos de segurança a longo prazo associados à terapia hormonal, mas nenhum foi provado ou excluído de forma conclusiva [42].

Em relação ao tratamento de crianças com DG usando agonistas da hormona de libertação da gonadotrofina (GnRH) e hormonas de sexo cruzado, a Hayes, Inc. obteve a sua classificação mais baixa, indicando que a literatura é “muito escassa e os estudos [existentes] são muito limitados para sugerir conclusões” [42].

[41] Hayes, Inc. Sex reassignment surgery for the treatment of gender dysphoria. Hayes Medical Technology Directory. Lansdale, Pa.: Winifred Hayes; May 15, 2014.

[42]  Hayes, Inc. Hormone therapy for the treatment of gender dysphoria. Hayes Medical Technology Directory. Lansdale, Pa: Winifred Hayes; May 19, 2014.

Fonte: https://www.acpeds.org/the-college-speaks/position-statements/gender-dysphoria-in-children

Traduzido por: Sarah Pousinho

Deixe uma resposta